Como embalar um guarda roupas para mudança

Na dica de hoje, falaremos sobre todos os passos de como embalar um guarda roupas para mudança, desde os pertences internos até a desmontagem e transporte do móvel.

O guarda-roupa é uma das peças mais importantes da mudança. Ele contém uma parte importante do nosso dia a dia. Pois guardamos quase tudo o que é de uso diário nele, desde nossas roupas até documentos pessoais.

Apesar do nome sugerir que se deve guardar apenas roupas, é muito comum encontrarmos álbuns de fotos, jóias, documentos, caixas, brinquedos, roupas de cama entre outras coisas.

Antes de tudo , para começar a embalar o guarda roupas será necessário retirar todos os itens internos.

Aqui em nosso outro artigo podemos ensinar você em como embalar as suas roupas.

A empresa de mudança que fará o serviço levará caixas para acondicionar suas roupas intimas e sapatos, bem como roupas de gaveta, e levará também roupeiros especiais , para acondicionar as roupas de cabide.

Inicialmente, edredons, brinquedos e todo o resto serão embalados em caixas de papelão. Se você possuir jóias e documentos pessoais de extrema importância, peça à empresa de mudança para montar uma caixa, guarde os itens com cuidado e transporte você mesmo em seu carro.

Essa pequena ação facilitará e muito a sua vida e o trabalho da empresa de mudança.

Depois de acondicionados todos os pertences do guarda roupas, chegou a hora da desmontagem. Aqui podemos enfrentar duas situações distintas. Vamos à elas:

Guarda Roupa Embutido

 

É muito comum encontrarmos guarda-roupas embutido. Quase sempre não será possível desmontar este tipo de guarda-roupas, nesse caso a empresa irá transportar apenas os itens internos.

Quando temos essa situação , o cliente deve ter um novo guarda-roupas na nova residencia, seja ele embutido ou não, para guardar os itens no momento da desembalagem.

Guarda Roupa Comum

 

No entanto, um guarda roupas comum é aquele desmontável que encontramos em qualquer loja de departamento. Temos diversos tamanhos e disposições. Podem ter portas tradicionais, portas de correr, portas com vidro, com ou sem gavetas, com maleiro, com espelhos internos, etc.

Porém, a responsabilidade de desmontar é unicamente da empresa. Novamente friso que essa etapa se dará depois de feita toda a embalagem dos itens internos do guarda roupas.

A desmontagem não é um processo simples, pois os funcionários da empresa deverão marcar as peças para futura montagem.

Geralmente isso é feito colocando-se uma fita crepe com o nome da peça em questão, ou pode-se usar uma nomenclatura escolhida na hora como P1, P2, P3 para as prateleiras. G1, G2 para as gavetas e assim por diante.

No entanto, todas as peças pequenas como parafusos e dobradiças deverão ser guardadas à parte, para facilitar a montagem posterior. Após a desmontagem, os funcionários embalarão as peças, geralmente direto no caminhão da mudança, com as mantas disponíveis no baú.

Porém se a mudança for de longa distância, também é possível embalar as peças individualmente com papelão ondulado ou recortes de caixa de papelão. No caminhão, as peças irão amarradas presas na parede do baú, evitando-se assim qualquer solavanco durante o trajeto.

Quando a mudança chegar ao seu destino, o guarda roupas deverá ser montado no início, pois não é um processo muito rápido, e somente após pronto poderemos guardar os itens internos que foram embalados.

Apesar de ser uma parte importante da mudança, e até parecer algo bem complicado, uma empresa de mudança experiente não terá maiores dificuldades para realizar o serviço. Eles estão acostumados e geralmente tem grande experiência em montagem e desmontagem de móveis.

Se precisar de dicas em como organizar um guarda roupas , clique no link.

Ótima mudança!

Posts relacionados