Como embalar quadros para mudança

Hoje em nosso artigo ensinaremos você em como embalar quadros para mudança. Estaremos falando sobre os diversos tipos de quadros e o processo de embalagem.

Antes de falarmos propriamente do preparo, embalagem , transporte e entrega desse item, devemos apresentar os diferentes tipos de quadros que encontramos, tanto em residencias quanto em empresas. Existem diversos tipos de tamanhos e materiais usados para se fabricar um quadro. Vamos à eles:

Quadros em Tela

 

Os quadros em tela são feitos como o próprio nome já indica: são pintados em uma tela que é composta de um tipo de tecido, preso por 4 molduras de madeira e fixado com grampos.

Este tipo de quadro aceita muito bem qualquer tinta, sendo base de óleo ou base d’água, bem como trabalhos com pincéis, sprays, aerógrafos, compressor e até pintura manual.

Quadro de Vidro

Os quadros de vidro caracterizam-se por ter uma imagem central,  geralmente um papel impresso envolto por uma camada de vidro finalizado com moldura ao gosto do cliente.

No entanto, possuem um apelo mais moderno e podem ser feitos com absolutamente qualquer tema, desde uma foto aérea da cidade até uma réplica da famosa Monalisa, por exemplo.

Quadro de Madeira

 

Estes são os quadros mais antigos, geralmente de porte grande, por exemplo os quadros que encontramos em museus e outros estabelecimentos públicos, como prefeituras, etc. Não são muito comuns em residencias, mas existe uma parcela da população que ainda os tem.

Posters

Primeiramente, um poster é nada mais nada menos do que uma impressão em papel de alta gramatura que pode ser colocado diretamente na parede. Encontramos Posters com os mais variados temas, e podemos encontrar modelos auto-colantes também.

 

Como embalar quadros para mudança

 

O manejo dos quadros começa no momento da embalagem. Os funcionários da empresa de mudanças irão primeiramente retirar os quadros da parede, para então começar a embalar os quadros.

Um erro muito comum é passar plastico bolha nos quadros que tem pintura à óleo. Não é correto fazer desta forma pois o plástico bolha faz a pintura “suar”, podendo gerar estragos no desenho. O plástico bolha pode ser usado para os quadros de vidro e posters apenas.

No entanto, a forma correta de como se embalar os quadros pintados a óleo é usando papelão ondulado. Pode-se envolver o quadro inteiro com papelão ondulado, pois o material é resistente à perfurações e pequenas batidas que os mesmos sofrerão no trajeto.

Depois de inteiro envolto com o papelão ondulado, finaliza-se com fita adesiva. Após embalados , o acondicionamento no caminhão é feito colocando-se o quadro em pé no canto do baú. E finalmente amarrando o mesmo com corda para evitar qualquer batida indesejada.

Um item relativamente tranquilo de se manusear, não devendo causar nenhum tipo de transtorno para os profissionais da empresa. Fique tranquilo e acompanhe sua mudança com alegria!

Posts relacionados