Mudança de país passo a passo / Checklist

Chegou a hora de falarmos sobre um dos transportes mais importantes que existem no ramo da mudança. Falaremos hoje sobre a mudança para outro país.

Seja ela obrigatória por conta do seu trabalho, ou por questões pessoais, essa é literalmente a maior mudança na vida de uma pessoa. Novos costumes, deixar o passado da sua terra natal para trás e encarar todo o processo que pode demorar até 3 meses, não é uma tarefa fácil. Mas tentaremos aqui passar toda nossa vivência para que sua experiência seja a mais tranquila possível. Vamos começar.

Desapegar

A palavra de ordem aqui é desapegar. A mesma regra que aplicamos para as  mudanças locais, aplicaremos para a mudança internacional. Quanto menos itens levar, mais barata será sua mudança. E nesse caso estamos falando de um custo altíssimo de levar grandes volumes para outro país, sendo que o frete aéreo é o mais caro de todos.

Doar ou vender móveis

Portanto,  recomendamos doar ou vender todos os seus móveis, pois são esses tipos de itens que mais encarecem em um transporte internacional. Não podemos deixar de falar também que em qualquer lugar que seja seu destino, será possível comprar móveis de qualidade melhor com preço menor do que os brasileiros, infelizmente devido ao altíssimo custo dos impostos que temos aqui no Brasil ( infelizmente um dos maiores do mundo). Nesse caso, levamos vantagem pois podemos comprar tudo novo em nosso destino, seja ele qual for.

Doar ou vender suas roupas

Devemos também falar sobre nossas roupas. Novamente citamos o nosso custo Brasil nesse segmento, onde pagamos muito caro por roupas de qualidade média, e mais caro ainda para roupas com grande qualidade. Basicamente em qualquer outro país que seja seu destino, seja ele Argentina, Chile, Estados Unidos, Austrália, Japão, Espanha, Alemanha ou Índia, você achará roupas melhores por preços menores. Separe apenas aquelas roupas que tenha apego emocional, tente vender ou doar a grande maioria.

Separe os itens mais importantes

No caso dos seus pertences mais íntimos, como jóias, fotos de família, documentos pessoais e papéis de extrema importância, prepare caixas bem reforçadas para tudo.

É possível também colocar tudo em malas de viagem, mas o custo da bagagem extra não mudará, uma vez que será tratado como “carga” ou “bagagem excedente”. Portanto, faça uma excelente embalagem ou contrate por 1 dia um embalador experiente para ajudar nessa tarefa.

Invista em embalagens reforçadas

É um custo muito bem investido, pois essas caixas e malas irão enfrentar um longo trajeto, sujeito a todo tipo de solavanco, quedas, pequenas batidas, extravios, etc. Existem caixas chamadas de Triplex, como já falamos em nossas matérias anteriores, que são extremamente fortes, aguentando a maior parte dos impactos e protegendo o conteúdo nelas colocado.

Garanta sua estadia no país de destino

Sobre a questão dos imóveis, temos um detalhe especial. Garanta sua estadia no seu país de destino, para não ter que procurar hotéis em um local desconhecido.

Diferente do que acontece aqui em sua terra natal, caso seu contrato de aluguel vença antes do previsto ou você consiga vender sua casa ou apartamento poucos dias antes da viagem, é muito mais fácil ficar em um hotel no seu país de origem. Garanta de todo jeito sua residência no seu novo destino, seja ela uma casa compartilhada, um hostel, um apartamento individual ou qualquer outro habitat que lhe provenha abrigo.

Empresas de mudanças internacionais

Existem diversas empresas de mudança que fazem o serviço de transportes para outro país. Pegue referências, pesquise a história da empresa, vá visitar o estabelecimento da mesma.

Temos grandes empresas que fazem esse tipo de serviço como Granero, Fink, Crown Relocation, Confiança, Metropolitan entre outras.

Já existe um contrato pronto para esse tipo de serviço, leia-o atentamente, tire todas as suas dúvidas e preste atenção em especial na questão de PRAZOS, um tópico que merece atenção especial.

Verifique a documentação junto com a empresa contratada

Sabemos que muitas das ações que ocorrerão durante a mudança, não dependem diretamente de nós, como por exemplo a Receita Federal do nosso país, que lhe pedirá uma série de documentos para apresentar ( a empresa que você contratar já irá garantir essa burocracia).

A tratativa com a companhia aérea que irá levar seus itens, desembaraço no novo local, regras de retirada do aeroporto internacional no novo destino, traslado até sua nova residencia e regulamentação dos seus documentos.

Como esse é um assunto bem complexo, peça todo o auxílio que puder à empresa de mudança, bem como resguarde-se falando com a receita federal e colhendo o máximo de informações que puder pela internet ou por relatos de amigos.

Checklist para mudança de país passo a passo

O que fazer 5 a 6 semanas antes da mudança de país?

– Verifique se o passaporte e o vista(se necessário)  estão válidos.

– Verifique se no país para onde vai residir exigem licenças especiais como licença de residência, de canídeos, de porte de armas, etc.

– Verifique quais as vacinas serão necessárias no destino.

– Verifique toda a documentação da viagem, como passagens aéreas.

– Junte todos os seus documentos oficiais como certidões de nascimento ou casamento, passaporte, cartão de vacinas, carta de motorista, etc..

– Verifique se a sua carta de motorista é aceita no país de destino.

– Cancele todas as assinaturas de jornais e revistas.

– Avise a escola dos seus filhos.

– Limpe o seu sótão, dispensa e jardim.

– Mande fazer uma limpeza a seca de casacos, cortinas, sofás, cobertores, etc.

– Mande reparar todos os aparelhos que se encontrem avariados ou bens que necessitem de reparação: relógios, roupa, sapatos, etc.

– Vá a todas as consultas médicas que necessitar e peça receitas médicas para o ano inteiro.

– Obtenha as licenças de transporte marítimo necessárias.

– Coloque o seu veículo para venda.

O que fazer 3 a 4 semanas antes da mudança de país?

– Verifique quais os bens que não pretende levar consigo e venda-os ou ofereça-os a uma instituição de caridade social.

– Dê aos seus amigos e familiares o seu futuro nº de telefone e endereço do outro país.

– Cancele os seus contratos de luz, água, gás, TV, etc.

– Finalize todos os contratos de crédito e cancele todos os contratos de renda ou leasing que possua.

– Reduza a sua compra de comida e bebidas. Compre apenas aquilo que é essencial para os dias.

– Avise  que vai mudar de endereço: ao seu banco, médico, e a outras entidades que considere importante avisar.

– Recolha e verifique todos o certificados e outros documentos importantes: escolares, médicos, veterinários, etc.

O que fazer 2 semanas antes da mudança?

– Limpe as ferramentas do seu jardim, bicicletas, etc.

– Peça a alguma familiar / amigo ou contrate alguém que possa tomar conta dos seus filhos e dos animais de estimação no dia da mudança.

– Esvazie todos os armários da escola ou do seu local de trabalho.

– Ofereça ou venda plantas e bens perecíveis que já não necessite até ao dia da mudança.

O que fazer 1 semana antes da mudança?

– Cancele todas as contas bancárias ou notifique o seu banco de que se vai mudar para fora do Brasil.

– Verifique se o banco pode fazer uma transferência de fundos para um novo banco.

– Compre os medicamentos que necessita durante a viagem e outros que diminuam o mal estar durante a viagem.

– Verifique o transporte até ao aeroporto.

– Descongele e limpe o congelador.

– Contrate uma equipe de limpeza para limpar a casa antiga após a embalagem.

– Devolva para a empresa de mudança todos os documentos preenchidos e assinados.

O que fazer 1 ou 2 dias antes da mudança?

– Separe todos os bens pessoais que pretende que viagem consigo. Ex: chaves, documentos, passaporte, bilhetes, dinheiro, roupa, medicamentos, mapas, jogos, livros, etc.

– Confirme a reserva das suas passagens.

– Desligue, limpe e seque todos os aparelhos elétricos que deseja transportar para o outro país.

– Organize as mobílias e cumpra o cronograma da empresa de mudança

– Solicite aos seus vizinhos ou a administração do condomínio que lhe concede um espaço de estacionamento extra no dia da mudança.

– Mantenha-se acessível para o caso de nos surgirem dúvidas.

– Percorrer todas as divisões da casa para verificar se ficou alguma coisa esquecida.

Faça uma documentação completa da sua mudança

Para finalizar, nós do Guia de Mudanças sabemos o quão delicado é um serviço desse porte, e temos conhecimento de que cada caso é um novo episódio, portanto use nossas dicas como uma base para pesquisar a fundo todos os processos desse transporte.

Documente tudo e guarde todos os materiais e dicas referente à esse tópico, bem como as informações fornecidas por órgãos oficiais como a Receita Federal, a própria empresa de mudança e se possível as informações oficiais dos órgãos competentes em seu novo país de destino. Desejamos uma excelente sorte nessa sua grande mudança na vida!

Posts relacionados