O que fazer com roupas usadas: vender ou doar?

Ao se preparar para o grande dia da mudança, costumamos rever muitas coisas que ficaram guardadas por anos, nos armários, gavetas, fundos do baú, etc. É normal aproveitar a oportunidade para fazer uma limpeza geral, praticar o desapego e também levar menos coisas para a nova residencia. Então o que fazer com roupas usadas: Doar ou Vender?

 

Afinal, quem de nós não guarda o que costumamos chamar de “velharias”, como papéis inutilizados, embalagens, brinquedos quebrados, eletrônicos e todo tipo de item que um dia foi útil para nós.

E não é diferente com nossas roupas. Pode parecer incrível, mas roupa também tem prazo de validade. Ela vai durar até acontecer um “acidente” com a peça, seja um rasgo ou um furo, ou uma mancha impossível de limpar, ou até a peça não servir mais, seja por motivo de excesso ou falta de peso corporal.

Qualquer que seja o evento, fatalmente acabaremos por acumular diversas peças de roupa que não poderemos mais usar.

Aproveitando-se da semana da mudança, você já pode ir separando o que não lhe serve mais, ou o que não combina mais com você. Roupas íntimas infelizmente não devem ser doadas, tampouco vendidas, por se tratar de uma questão de higiene pessoal, porém todo o resto, e aí englobamos camisetas, camisas, vestidos, calças, bermudas, saias, ternos, jaquetas, sobretudos, e por quê não roupas de cama também, fronhas, colchas e edredons.

O ato de doar é um dos gestos mais bonitos do ser humano. Doar enobrece quem doa, ajuda quem recebe e faz girar a roda do bem em nosso mundo. Portanto, se você puder doar todas as peças que quiser, doe! A pessoa que receber certamente ficará eternamente grata por esse gesto glorioso que é ajudar o próximo.

Você pode também doar suas roupas, objetos ou móveis através do Exercito de Salvação, para doar ligue 4003-2299. Lembrando que eles retiram essas doações na sua residência. Se preferir, você pode também clicar aqui e agendar a sua doação online.

Mas, caso sua peça seja praticamente nova, como uma jaqueta usada apenas uma vez, ou um vestido usado em uma festa apenas, é possível vendê-lo também.

O preço médio de roupas usadas varia de 40 a 50% do valor de uma nova; se o vestido custou 500 reais novo, é plausível vendê-lo por 250 ou menos, lembrando sempre que saiu da loja, já é considerado usado! Muitos vendedores querem anunciar peças de roupa como “novas”, mas essa prática não é correta.

Portanto, agora que você já sabe o que fazer com roupas usadas tome esse tempo para separar as vestimentas que não lhe servem mais, e faça essa divisão de roupas que gostaria de vender e outras que prefere doar.

De uma forma ou de outra você estará contribuindo para ser um ser humano menos acumulador e ainda praticar o desapego, ajudando o próximo ou recuperando parte do dinheiro que gastou na época da compra.

 

Posts relacionados