Quanto custa uma mudança residencial em 2021 na cidade de São Paulo?

Para começar a falar sobre quanto custa uma mudança residencial em 2021 na cidade de São Paulo é preciso entender como funciona esse serviço.

Afinal, existem diversas variáveis que uma pessoa deve considerar. Tanto na escolha da empresa quanto na hora de contratar.

Dessa forma, o ideal é iniciar a busca pesquisando sobre valores e serviços adicionais que podem fazer parte do frete.

Além disso, é imprescindível buscar avaliações sobre a organização que se pretende escolher.

Inclusive, a checagem da reputação em sites de reclamações e nas redes sociais, por exemplo, faz toda a diferença.

Então, quem precisa desse serviço, deve ficar atento ao que é considerado no cálculo, que será descriminado na sequência.

Quanto custa uma mudança residencial em 2020 na cidade de São Paulo_valor

O que pesa em quanto custa uma mudança residencial em 2021 na cidade de São Paulo?

Em primeiro lugar, a distância é o ponto de partida. Porém, para saber quanto custa essa mudança, outros fatores devem ser considerados:

  • Pedágios;

  • Combustível;

  • Seguros obrigatórios;

  • Impostos legais;

  • Quantidade de ajudantes;

  • Necessidade de intercâmbio de modal, entre outros.

Além disso, devem-se considerar os valores de serviços extras, como montagem e desmontagem, embalador e içamento, por exemplo.

Afinal, qual o valor do serviço?

Por fim, é hora de saber quanto custa uma mudança residencial em 2021 na cidade de São Paulo.

Assim, geralmente o valor fica entre R$ 400,00 e R$ 2.300,00 para fretes dentro da capital ou para cidades próximas.

Entretanto, quando a necessidade é de mudanças interestaduais, os custos podem ficar entre R$ 3.000,00 e R$ 13.000,00.

Dessa forma, entre SP e Rio de Janeiro, por exemplo, a média é de R$ 4.200,00. Já para distâncias de até 300 km do endereço de saída, o valor médio fica em R$ 2.500,00.

Neste caso, o que pesa mais é realmente à distância. Afinal, quanto mais longe, mais combustível, pedágios, impostos, seguros e outras obrigações legais. Assim como, maior o risco para a carga.

Porém, é importante que a pessoa tenha em mente que os valores podem mudar, de acordo com a contratação adicional.

Então, é fundamental considerar todos esses detalhes para que o orçamento não seja prejudicado. Até a próxima!